ansiedade1

A Ansiedade hoje pode ser considerada “o mal do século”.

ansiedade3ansiedade2

A Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgou em 2017 um relatório preocupante sobre a saúde mental no Brasil e estima que existam aqui 10 milhões de pessoas com esse diagnóstico (9,3% população). A cada dia que passa, mais indivíduos de todas as idades sofrem dessa situação no Brasil e no mundo.
Vivemos em uma sociedade de excessos. Somos bombardeados por informações que, na maior parte das vezes, não conseguimos absorver. Somos cobrados, pressionados, nos tornamos reféns da nossa mente. Essa situação alterou algo que deveria ser inviolável: o ritmo de construção de pensamentos, gerando consequências seriíssimas para a saúde emocional, o prazer de viver, a inteligência, a criatividade.
Pensar é bom, pensar com consciência crítica é melhor ainda, mas pensar excessivamente é uma bomba contra a qualidade de vida e um intelecto criativo e produtivo.
Em momentos tensos como o que estamos vivendo atualmente, é comum as pessoas passarem a sentir muitas queixas associadas a pensamentos conflitivos, medo e insegurança frente ao panorama mundial e as incertezas do que vem pela frente. Gosto muito da frase que diz que “somos aquilo que pensamos”. Emoções e sentimentos negativos podem gerar sinais e sintomas físicos (veja a foto do post) que muitas vezes podem ser confundidos com outras doenças clínicas.
Em periodos onde sentimos mais ansiedade é primordial mantermos a calma e buscar técnicas para enfrentá-la e recuperar nossa tranquilidade, emocional e mental. Seguem algumas dicas simples que podemos usar no nosso dia a dia:
*Evite ficar assistindo noticiários o tempo todo. Normalmente as notícias veiculadas em geral não são agradáveis e tendem a piorar nosso estado emocional quando estamos ansiosos.
*Pratique meditação. Estudos científicos mostram que ela apresenta efeitos similares aos antidepressivos, sem os efeitos colaterais que eles podem causar. Use técnicas simples de Mindfulness (Meditação de atenção plena). Você não precisa de muito tempo e nem de muito conhecimento para iniciar, existem muitos vídeos e cursos online sobre o tema. Assista esse vídeo e comece a aprender como meditar em um minuto: https://www.youtube.com/watch?v=YZWgKOSiQHY
*Faça Yoga e aprenda as respirações denominadas Pranayamas, que ajudam na harmonização dos centros energéticos e no equilíbrio do corpo e da mente. Veja algumas técnicas nesse vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=yDOoREFjyoQ
*Tome chás calmantes e relaxantes durante o dia e antes de deitar (camomila, melissa, passiflora, lavanda, erva cidreira, valeriana). Se puder compre as ervas naturais e faça a infusão em água quente por 5 minutos, tome no mesmo momento em que fez o chá e não adoce para não perder as propriedades fitoterápicas.
*Faça alongamentos, massagens relaxantes ou massoterapia.
*Ouça músicas relaxantes e desligue a TV. Busque o contato com a natureza, leia algo edificante, reze, busque momentos de introspecção e fortaleça a sua fé e a sua espiritualidade. https://www.youtube.com/watch?v=S1fj3ijJQGU
*Opte inicialmente pela suplementação com fitoterápicos, florais, óleos essenciais ou essências vibracionais que podem de forma natural auxiliar na busca do equilíbrio emocional. Em casos mais graves e persistentes, talvez seja necessário o uso de drogas psicotrópicas que devem ser prescritas por profissional da área médica.
*Busque profissionais capacitados na área de Psicologia para um acompanhamento em Psicoterapia e Terapia cognitivo comportamental. Neste momento de Pandemia pelo COVID-19, vários profissionais estão oferecendo atendimento gratuito on line e por telefone.
O momento agora é o de buscar se manter tranquilo e em Paz. Confiar e ter o discernimento de que tudo passa e que tudo isso também passará! Manter a Serenidade e a Esperança que dias melhores virão e que todos sairemos desta experiência mais fortalecidos, melhores e mais conscientes do nosso papel dentro do nosso planeta.

Compartilhe nas redes sociais
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someone